Novidades na S.O.ESCO:

11
MAR, 2015
Por Estado de Minas Web,News

Brasília – Os brasileiros estão enfrentando dificuldades cada vez maiores para pagar, em dia, as contas de água e de luz. Dados do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) mostram que 7,1% das famílias deixaram de honrar os compromissos em dia em fevereiro com as prestadoras de serviço. Dos que estão com a fatura em atraso, 69% devem às concessionárias há mais de um ano. Os números, segundo os especialistas, tendem a piorar muito a partir de agora, pois entrará o período de maior reajuste nas tarifas. Apenas em março, o aumento médio da conta de energia será em 23,4% no país. Em Minas Gerais, a conta de luz ficou, em média, 23,8% mais cara.

O que chama a atenção dos técnicos do SPC é que estão aumentando, de forma expressiva, os atrasos em todas as contas superiores a 90 dias. Isso mostra que os consumidores não estão conseguindo resolver as pendências financeiras, devido à disparada da inflação e à queda da renda. Para piorar, o desemprego voltou a subir. Apenas em janeiro, avançou um ponto percentual, para 5,3%, apenas nas seis principais regiões metropolitanos do país. Os mais pessimistas prevêem que a taxa de desocupação deverá fechar o ano entre 6,5% e 7%. Será um incentivo a mais para o calote.

21
AGO, 2014
Por Incit Web,News

Fortalecer os negócios de base tecnológica do setor de energia de Itajubá e região. Esse foi o objetivo do I Workshop de Tendências em Smart Grid, realizado no dia 19 de agosto, em Itajubá. No encontro, promovido pelo Sebrae-Minas, as empresas do Centro Brasileiro de Empresas de Energia (CB2E) tiveram a oportunidade de apresentar produtos e serviços às concessionárias de energia e empresas do setor, especialmente convidadas para o evento.

O segmento de Smart Grid – ou redes inteligentes – cria um ambiente que facilita o uso mais intenso da tecnologia em todo processo da produção e consumo de energia. Os participantes também assistiram à palestra “Mudanças no setor elétrico brasileiro e suas implicações no mercado de energia”, ministrada pelo consultor em Energia Elétrica, da LPS Consultoria Energética, Fernando Umbria. (...)

14
AGO, 2014
Por G1 Web, News

Um aparelho para monitoramento da energia elétrica foi desenvolvido por duas empresas em Itajubá (MG). As empresas foram criadas dentro da Incubadora Tecnológica da Universidade Federal de Itajubá (Unifei) e trabalham em parceria com o Sebrae na criação do medidor.

O equipamento é formado, basicamente, por três componentes. Um receptor é conectado ao circuito elétrico a ser monitorado e outro fica ligado a um computador. Segundo o engenheiro eletricista Renato Swerts Carneiro, que integra a equipe do projeto, o consumo é controlado pela internet. "Dá para saber os períodos de consumo. Instalando em um equipamento específico, dá para saber qual o real consumo e o custo de operação do aparelho", explica.